21 de jul de 2010

A pior experiência com uma companhia aérea

Olá! Voltei!!! Depois de 9 dias muito gostosos em Ushuaia, estou de volta à vida normal ...

Antes de contar sobre as novas descobertas em Ushuaia, preciso contar sobre a pior experiência que já tive com uma companhia aérea. Nunca mais voarei Aerolineas Argentinas e me sinto obrigada a alertar sobre a falta de profissionalismo, de lealdade e de respeito dessa companhia. Sério, se puderem evitar, voem TAM, GOL, LAN, qualquer uma, menos Aerolineas.

As nossas passagens foram compradas em março e o embarque seria 9 de julho com conexão em Buenos Aires no Aeroparque (o aeroporto dentro da cidade). Vou tentar listar todos os absurdos sem entrar em muito detalhe (ai, não vai rolar ... sorry):

- o vôo não estava marcado para o mesmo horário que constava no meu eticket;
- às 7h30 da manhã quando fazia o check-in em Guarulhos, a Aerolineas já sabia que nós havíamos sido retirados de nosso vôo e colocados em vôo extra e eles não sabiam se haveria aeronave disponível para que o vôo realmente acontecesse;
- de toda forma, nosso vôo contava do painel sem qualquer ressalva e no check-in os funcionários mentiam dizendo que nosso vôo atrasaria 2 horas no máximo;
- somente com o cartão de embarque emitido pudemos perceber que não estávamos no vôo comprado, mas no tal vôo extra cujo destino não era o Aeroparque, mas o aeroporto de Ezeiza;
- enquanto isso, assistimos a pessoas chegarem de um hotel onde haviam passado a noite e serem alocados no nosso vôo;
- já sabíamos que perderíamos nossa conexão para Ushuaia e a Aerolineas me informou que em Buenos Aires veriam nova conexão para nós. Eu surtei e consegui que já me colocassem em outro vôo de Buenos Aires a Ushuaia na manhã do dia seguinte. Eles queriam que eu confiasse apenas na informação verbal deles e, depois de muita insistência me mandaram ir até a loja e lá me deram um print com a confirmação de que estaríamos no vôo das 6h10 da manhã para Ushuaia;
- nos prometeram que em Buenos Aires nos levariam direto para um hotel;
- depois de 6 (isso mesmo SEIS) horas de atraso, sem qualquer informação durante as primeiras 5 horas de atraso, apenas distribuição de voucher de comida a cada vez que algum passageiro surtava quando o horário do vôo mudava nas "televisões" do aeroporto, embarcamos num avião juntamente com os passageiros de nosso vôo original e do vôo das 7 da manhã;
- ainda esperamos mais cerca de 45 min dentro do avião até que ele decolasse;
- chegamos em Buenos Aires às 7 da noite, no aeroporto de Ezeiza  a Aerolineas nos colocou num ônibus para o Aeroparque, pois segundo eles, como nosso destino original era o Aeroparque, somente lá poderiam nos encaminhar para um hotel!!!;
- depois de 1 hora no ônibus até o Aeroparque, não havia ninguém para nos receber e nos levar ao hotel;
- todos sairam tentando obter informações sobre o hotel e sobre as novas conexões. A impressão que tive é que só eu tinha surtado em SP e conseguido a confirmação de nossa nova conexão. Os outros passageiros não tinham idéia de qual vôo pegariam no dia seguinte;
- achei melhor confirmar nossos lugares para o dia seguinte e já consegui os cartões de embarqueç
- fomos então para uma fila para pegar o voucher do hotel. A fila não andava e descobrimos que a Aerolineas estava escrevendo os vouchers de hotel à mão!!!! E a fila era imensa!!!
- quando nova revolução começou, voltaram a distribuir mais vouchers de comida;
- depois de mais de duas horas cansei e liguei em vários hotéis que encontramos em folhetos pelo aeroporto e consegui um quarto single para André e eu. Melhor ter o prejuízo de pagar uma hotel de hotel do próprio bolso do que continuar naquela maldita fila;
- a fila do taxi era de 1 hora e o transfer grátis ao tal hotel demorou 45 minutos para chegar;
- chegamos no hotel às 23 horas, sendo que nosso vôo era às 6h10 do dia seguinte. No embarque para Ushuaia encontramos passgaeiros que ficaram na fila esperando o voucher de hotel da Aerolienas e chegaram ao hotel à 1h30 da manhã!!!
- na manhã seguinte, consegui o reembolso da diária do hotel, graças a um casal que estava no nosso vôo. O marido conseguiu descobrir como receber o reembolso lá mesmo e me avisou.

Resumindo, saímos de casa em SP às 7 da manhã e chegamos ao hotel em Buenos Aires às 23 horas, sendo que deveríamos chegar em Ushuaia às 21 horas. Só chegamos em em Ushuaia às 10h30 do dia seguinte. E tudo isso com mentiras, desinformação, desrespeito, descaso e má vontade. O que mais me indigna é o fato da companhia aérea ter plena ciência desde a noite anterior de que nosso vôo não sairia no horário e de que talvez o vôo nem ao menos saísse. Mesmo assim, deixou os passageiros irem até o aeroporto, mentiu, enganou, não deu informações corretas, não deu assistência, nada. Acho que todos estão sujeitos a problemas, causados com culpa ou sem culpa, mas a forma de lidar com a solução dos problemas deve ser honesta e transparente. Na hora, você pode ficar com raiva do mesmo jeito, mas passado o estresse, você reconhece que a companhia fez o que pode e agiu com dignidade. Esse não foi o caso da Aerolineas, o estresse passou e a raiva e a indignação permaneceram.

Os outros três vôos que pegamos com a Aerolineas atrasaram ao menos uma hora. O vôo da volta Ushuaia-Buenos Aires que comprei não existia mais também. Quando minha secretária ligou confirmando nosso retorno, ninguem avisou das mudanças. Como seu neurótica, achei melhor confirmar no site da Aerolineas se estava tudo certo com os vôos. E ví não não existia o vôo que comprei. Estava em vôo com outro número e com 20 minutos de diferença no horário. Então, liguei para a Aerolineas expliquei minha dúvida e ouvi como resposta que estava tudo certo e não havia motivo para reclamar. Quando fui argumentar que não era certo eles alterarem os dados do vôo sem avisar o passageiro pois isso causa confusão, o atendente bufou e e bateu o telefone na minha cara. Fantástico ...

Aerolineas Argentinas nunca mais!!!

Share/Save/Bookmark

6 comentários:

  1. Re, que horror... foi bom saber, até vou tuitar seu post. O fato é que a Aerolineas não tem o menor compromisso com o cliente brasileiro, que não vai nunca mais voar com eles. Na maioria imensa dos casos, pelo menos. O negócio é ficar com a mesma companhia sempre, que se sente na obrigação de te agradar como cliente. Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Lu, não foi só com o cliente brasileiro. Eram muitos argentinos no meu vôo. Vários com conexões perdidas na maldita fila do voucher do hotel manuscrito ou com o carro estacionado no Aeroparque e aterrissando em Ezeiza (isso é o mesmo que comprar passagem pra chegar em Congonhas às 13 horas e acabar descendo em Guarulhos às 19 horas ...). Mas concordo com a fidelidade ... aliás, só não voei de TAM porque ela não voa para Ushuaia ... acreditei que seria mais fácil concentrar tudo na maldita Aerolineas ... Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Renata! Que chato, não! Ainda bem que Ushuaia compensa qualquer pepino... Penso em conhecer este fim de mundo algum dia!!!
    Estive agora em Niterói num lugar lindíssimo! Se quiser dar um pulo por lá....pelo menos no blog nós viajamos sem essas encrencas!
    Beijocas,
    Bia
    www.biaviagemambiental.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Bia, se você puder não deixe de ir mesmo! Daqui a pouco vou dar uma passadinha lá em Niterói ;). bjs

    ResponderExcluir
  5. Aerolíneas Argentinas nunca mais. No dia 17/10/11 a empresa deixou os passageiros de 2 vôos Aeroparque-Guarulhos esperando por 8 horas. O pior não foi a espera. Nos deixaram sem notícias, não havia guiche nem funcionários na área de embarque internacional para dar nenhuma notícia. Os passageiros não podiam sair e a única forma de comunicação era um terminal telefônico direto com a companhia no qual o funcionário não informava nada, tratava os passageiros muito mal e frequentemente desligava na cara de quem ligava. Todas as outras companhias decolavam no horário sem problemas e no meio desse calvário decola um avião da Aerolíneas de BsAs para o RJ no horário sendo que os passageiros para Guarulhos estavam com um atraso de mais de 6 horas. Quando apareceram funcionários na área de espera internacional, percebeu-se que não tinham a menor educação e condição psicológica para atender clientes. Além de diversas grosseirias, eu presenciei 2 funcionários mandarem 2 mulheres em momentos diferentes calarem a boca, inclusive com dedo em riste e ar ameaçador, sendo que uma delas era uma idosa.
    Depois disso eu até esqueci os aviões velhos e comissários mal-humorados.

    ResponderExcluir
  6. Também tive péssimas experiencias com Aerolineas Argentinas na minha a Buenos Aires.Abri uma reclamação e ninguem me respondeu. Sai de Salvador e em SP descobri que o não haveria voo pra BAires esperei por mais de 10 hrs na sala vip e nem sofa suficiente para todos tinha ou seja, maior parte em pé, alem de que alimentação se resumia a salgadinhos, bebidas no bar, nem hotel nos ofereceram e tinha familia com crianças pequenas, eu estava com meus dois filhos adolescentes. Chegamos na madrugada em Buenos Aires na madrugada e o jantar no Cafe Tortonni marcado teve que ser cancelado, era aniversario de minha filha e comemorariamos lá. Na volta já refeitos da ida minha mala foi extraviada qdo cheguei em SP que percebi e nem pude dar queixa pois senao perderia o voo pra Salvador, já que ainda em BAires atrasou por uma hora o voo e dentro da aeronave sem ar condicionado, quase morremos de calor pois era janeiro e o calor insuportavel, sem considerar que as cadeiras que ficamos eram no final e nem tinha espaço suficiente. Minha proxima ida vou pela TAM sem duvida.

    ResponderExcluir