4 de fev de 2012

Zambia - uma viagem cheia de aventuras e surpreendente

Férias de janeiro na África ... uma nova aventura ... novo continente a ser desbravado ... empolgação total!!! Primeira parada: Livingstone, em Zambia, para conhecer Victoria Falls, uma das Sete Maravilhas Naturais do Mundo.

O planejamento da viagem foi intenso ... horas revirando a net atrás de um hotel legal. A operadora sugeriu o Royal Livingstone, que é maravilhoso, mas achei que o custo/benefício não compensaria. Fora que é um hotel super chique e eu estava querendo uma aventura mais africana, um lodge.

Então encontrei o site do Tongabezi. E me apaixonei!! Não era um hotel barato, pelo contrário, mas oferecia uma série de passeios no preço, além de ser all-inclusive. E o Tongabezi provou ter sido a escolha perfeita. O serviço era mais que atencioso, a comida maravilhosa, o lugar lindo, os guias excelentes!

O hotel fica nas margens do Rio Zambezi, a 15 quilômetros de Victoria Falls e possui apenas 5 Cottages e 4 Houses, ou seja, lotado fica com apenas 18 hóspedes (talvez umas crianças extras). Durante nossa estada de três noites o número de hóspedes variou entre 4 e 10, tornando o atendimento mais que personalizado.

Eu escolhi nos hospedar em um dos Cottages. São todos à margem do rio, com uma varanda decorada com sofá. O Cottage em si não possui vidros. Os janelões são fechados apenas com tela contra mosquitos, o quarto é amplo com cama de casal, sofá, escrivaninha, banheiro também amplo e com janelão nos mesmos moldes. A privacidade é total, já que os janelões são voltados para o rio. As Houses são totalmente abertas, com parades apenas na lateral e nos fundos. A frente não possui nem uma partezinha de alvenaria, nem tela: apenas mosquiteiro preso como cortina. Achei que era too much e preferi um pouquinho de alvenaria e as telas do Cottage.






Para cada Cottage e House o hotel designa um Valet. Essa pessoa é a única a fazer a limpeza e a organização do Cottage, a lavar suas roupas (lavandeira está inclusa no preço e cada Cottage tem um cesto para você colocar a roupa suja) e a acompanhar os hóspedes pelo hotel após o anoitecer (já que os hipopótamos podem sair do rio e passear perto do seu Cottage ou House ... já conto!). O nosso Valet chamava Given e era super atencioso. Ele conseguiu até consertar a mala do André, que sofreu um corte de canivete ao ser desembalada daquele plástico verde da proteção ... Ele mandou costurar e ficou perfeita!

O rio Zambezi é majestoso. É o quarto maior rio da África em extensão e o maior a desaguar no Oceano Índico. Na região onde estávamos ele é super largo, com ilhas, repleto de hipopótamos e crocodilos!! Na outra margem já estamos no Zimbabwe.

A comida no hotel era excelente. O café da manhã super farto: frutas, cereais, iorgutes, sucos, pratos típicos, opções de ovos, bacon, panquecas ... No almoço eram servidos pães caseiros com alguma pasta, salada com molho delicioso, uma entrada (muitas vezes sopa, mas sempre diferentes e gostosas - e olha que eu não sou muito fã de sopas ...), prato e sobremesa (sempre sorbet de frutas feito no local). Para o jantar outros tipos de pães e pastas, a mesma salada, uma entrada e duas opções de prato, sobremesa (tortas lindas e deliciosas). Sendo all inclusive, as bebidas, mesmo alcoólicas (com pouquíssimas exceções, tipo champagne) estavam incluídas.



Antes do jantar os hóspedes se encontram numa área em volta de uma fogueira para tomar drinks e relatar as aventuras do dia.

As atividades fornecidas pelo hotel incluiam o passeio a Victoria Falls, passeios de barco no Zambezi ao amanhecer e ao anoitecer, canoagem no Zambezi, visita a vila e mercado locais, pescaria, etc. Vou contar sobre cada uma das atividades por nós escolhidas nos próximos posts!

Uma das coisas que mais me agradou no Tongabezi foi a preocupação social. O hotel cedeu uma área para a construção de uma escola que atende as crianças carentes da região (e filhos de funcionários). A escola é mantida por uma verba ínfima do governo e por doações das famílias dos donos do hotel e dos hóspedes. No site do hotel eles falam sobre a escola e encorajam os hóspedes a levarem doações para a escola. Nós fizemos isso e amamos! Levei diversas caixas de lápis de cor, pacotes de réguas, borrachas e apontadores e caixas de lápis preto. O nosso Valet, Given, nos levou até a escola para uma visita. Foi emocionante! Conhecemos a Vanessa, criadora da escola e britânica, e a outra administradora, também britânica, Beth. Elas largaram tudo na Inglaterra para se dedicar a essas crianças carentes. Algumas crianças andam 10 quilômetros, sem comer nada, para chegar na escola. Eles tem um programa de saúde também.




Para quem se interessar, clique aqui para acessar o site da escola e conhecer o projeto.

2 comentários:

  1. giulia alves do nascimento29 de maio de 2012 10:57

    adorei consegui fazer o meu trabalho de geografia graças a voces aodrei mesmo mesmo muito obrigada por ter feito essa maravilha!!!!!!!!!um beijao de sua mais nova fã..

    ResponderExcluir
  2. Que bom Giulia! Fico feliz em ter ajudado!! beijo

    ResponderExcluir